Im.pulsa

Dezembro 4, 2020. Por Impulsa

Como planejar (e melhorar) o seu mandato

Esse guia é baseado no e-book “Mandatos de Sucesso”, da Legisla Brasil, disponível para download. Parte da premissa de que ninguém faz nada sozinho e, na política, não é diferente. 

É um material voltado para apoiar candidatas eleitas, estruturado sob o conceito chamado tripé de Sucesso de Mandatos. Como em todo tripé, se uma das pernas cai, o restante cai também. Assim, cada componente tem sua relevância, mas quando trabalhados conjuntamente, os resultados obtidos vão para outro patamar de qualidade. 

O tripé é composto por:

  • Composição de equipes: desenhar sua equipe e escolher os melhores profissionais para trabalharem no seu mandato; 
  • Estratégia: definir os objetivos e resultados que você e sua equipe irão alcançar e já elaborar as atividades que levarão vocês até lá;
  • Governança: ir da estratégia à execução da maneira mais eficiente e humana. 

INTRODUÇÃO 

A vida acontece nas cidades e os cidadãos anseiam que todas as propostas de campanha das vereadoras eleitas se concretizem. Para apoiá-las nesta construção elaboramos, o Legisla Brasil elaborou este material. 

Sabemos que por trás de todo político de sucesso existe uma grande equipe, guiada por nortes claros e por uma rotina produtiva. A pergunta é como chegar lá.

Este e-book contém os primeiros passos para a estruturação de mandatos. Aqui falaremos de composição de time, definição de estratégias e o desenho de rotinas e avaliação do desempenho de seu gabinete. De maneira prática e direta: trazemos à você os bastidores da criação de um mandato de sucesso. 

Vem com a gente! 

FUI ELEITA E AGORA?

As eleições passaram e não temos tempo a perder! 

Vamos relembrar a missão dos vereadores no Brasil: 

  1. Legislar
  2. Fiscalizar 
  3. Articular Políticas Públicas
  4. Representar a população

O primeiro passo para a construção do mandato é saber o que você já tem – ou não tem – estruturado. 

Anote:

  • Quais são os compromissos já firmados?
  • O que eu acho que são minhas fortalezas 
  • O que eu acho que serão meus principais desafios 
  • Quem está construindo este mandato comigo

E agora, vamos embarcar no seu mandato? 

MINHA EQUIPE

Para montar sua equipe o primeiro passo é entender a estrutura que você terá à sua disposição.

Cada Casa Legislativa dispõe de uma estrutura de cargos e salários que cada vereador tem direito a contratar. Alguns cargos contém exigências para os colaboradores que serão contratados, por exemplo. Assim, entenda com profundidade quais as linhas de contorno que serão dadas às suas contratações. 

As estruturas mais comuns de mandato incluem as áreas e funções que apresentaremos logo abaixo. Dependendo do tamanho de sua equipe, do foco e objetivo do seu mandato, estas posições podem variar bastante. Os salários para cada função também variam conforme a senioridade do profissional que ocupa cada cadeira e o que é mais valorizado em um mandato. 

 

Funções:

  • Chefe de Gabinete: Gerir a equipe e realizar articulações políticas (também dentro da função de governança).
  • Legislativo: elaborar a estratégia legislativa do parlamentar e o acompanhar na Casa ao longo de todo o processo legislativo. Analisa projetos de lei e documentos que passam pelo processo legislativo, colaborando na tramitação.
    • Funções relacionados: Assessor Legislativo, Assessor Jurídico, Assessor de Plenário e Comissões
  • Fiscalização: analisar peças orçamentárias vindas do Poder Executivo, fiscalizar a execução das políticas públicas e gerir a distribuição das emendas parlamentares no território.
    • Cargos relacionados: Assessor de Orçamento e Fiscalização, Assessor de Território, Assessor de Dados e BI, Hackers
  • Articulação de políticas públicas: produzir conteúdo e pareceres sobre projetos de leis das pautas do mandato. Representar o mandato em eventos e reuniões técnicas dos temas trabalhados. Promover as prioridades do parlamentar por meio do relacionamento com outros parlamentares, poder executivo e atores relevantes.
    • Cargos relacionados: Assessores de pautas (especialistas em educação, economia, meio ambiente, saúde) e Assessor de território e Articulação Política
  • Marca: utilizar meios de comunicação como ferramentas de alcance social, divulgação do trabalho e prestação de contas do mandato. Apoiar a construção de discursos do parlamentar e projetar o parlamentar para a população.
    • Cargos relacionados: Assessor de Comunicação, Assessor de Imprensa, Assessor de Redes Sociais, Designer, Assessor de Conteúdo, Fotógrafo e Videomaker.
  • Governança: ser o suporte para toda a equipe ter um bom desempenho. Desenvolver planejamento, gestão interna e gerir recursos humanos e financeiros de um mandato parlamentar. Organizam a agenda política do mandato parlamentar e recebem cidadãos em um gabinete.
    • Cargos relacionados: Assessor Administrativo, Secretário, Assessor de agenda política
  • Cidadão: manter o mandato em contato com o território que representa e responder às demandas da base eleitoral em áreas específicas e sensíveis. Atender outros parlamentares e lideranças do território.
    • Cargos relacionados: Assessor de território, Assessor de Relacionamento, Assessor de participação social, Assessor de Relações Institucionais

 

Dica: Lembre-se que o salário deve ser condizente com a realidade da cidade, com os desafios que serão cobrados, e também instigante. Você pode dar perspectivas de crescimento ao longo dos anos do mandato para seus assessores, a partir de avaliações de desempenho bem estruturadas.

MONTANDO A EQUIPE

Agora vamos à construção do seu time!

Passo 1: Avalie os talentos 

Se você já acordou alguma posição ou cargo para pessoas próximas ou que trabalharam na campanha é essencial que entenda profundamente o que essas pessoas sabem ou não fazer. 

É importante que você anote o nome de cada uma destas pessoas e veja quais são seus pontos fracos e fortes. 

Com base neste conjunto de competências e fraquezas, você buscará o restante da sua equipe. Por exemplo, se você tem um colaborador que não é bom em articulação política você deverá buscar esta competência no restante dos membros da sua equipe. 

Pontos de atenção: 

  • Trazer trabalhadores da campanha pode ser bom, ou não. Trabalho de campanha não é o mesmo que trabalho de mandato. 
  • Não contrate ninguém que você não poderá desligar. Chamar amigos para trabalhar no seu mandato pode ser uma dor, ou uma delícia!

Passo 2: Encontrando meu time 

Para conseguir encontrar e recrutar as pessoas ideais para sua equipe você precisa saber o que está buscando. 

Construa a descrição da vaga para cada posição que você busca. Nela, você deve inserir as principais atividades que serão realizadas, quais são os requisitos da contratação e competências que você espera encontrar. 

O processo de procura de perfis pode se dar de diversas maneiras. Abrir a vaga publicamente e divulgá-la tem um grande benefício que é encontrar talentos fora da sua rede original de contatos. “Ampliar o lago onde você irá pescar aumenta a probabilidade de encontrar melhores peixes.” 

Neste mesmo sentido, a busca pela qualidade do trabalho parlamentar e os impactos da sua escolha sobre a criatividade e produtividade deste time estão também relacionados com a sua diversidade. Evidências científicas apontam que equipes plurais e diversas são mais produtivas e operam bem em ambientes de incertezas. 

Ao conhecer seus candidatos, leve em consideração três eixos principais: 

  • sonho: veja o quão comprado eles estão com relação ao propósito do mandato que você deseja construir
  • valores: valores em comum constroem culturas excelentes de trabalho e um ótimo alinhamento interno
  • competências técnicas: veja esse candidato(a) tem conhecimento e experiência para realizar o trabalho e entregar o que você espera

 

E o que mais? 

  • Ao entrevistar candidatos busque identificar ou quebrar vieses inconscientes. Avaliar e selecionar pessoas é um passo muito importante e difícil, em especial porque cada um de nós já tem um pano de fundo sobre o que é uma pessoa competente e o que não é, a partir da nossa vivência. O que desconsideramos por vezes é que, por conta de nossa trajetória, tendemos a dar preferência para pessoas com jeitos de falar, características físicas e até currículos específicos. A nossa dica é que você procure ir além das suas referências e sempre que possível se questione sobre dar preferência a candidatos com determinadas características. Quer saber mais? Leia aqui
  • Comece com o time mais enxuto que você puder, assim poderá alocar sua força de trabalho onde você sentir maior necessidade a partir da sua vivência no mandato

MINHA ESTRATÉGIA 

Por que planejar:

Há quem diga que no Legislativo não é possível construir uma estratégia clara e nem planejar as ações por conta da agenda dinâmica. 

Nós da Legisla acreditamos que quem não sabe onde quer chegar, não chega em lugar nenhum. Construir nortes claros que guiarão o seu mandato é essencial para você saber onde quer chegar e investir tempo e esforço nas áreas que mais fazem sentido para gerar o impacto que deseja. 

A estratégia tem a missão de alinhar toda a equipe em um mesmo objetivo, além de direcionar esforços e ajudar na tomada de decisão no dia a dia. Ela também ajuda para que o mandato não seja apenas responsivo à agenda pública mas que também traga seus objetivos e promessas de campanha como foco do trabalho. 

Idealmente construa a estratégia em colaboração com a sua equipe. Mais cérebros à disposição farão com que seu planejamento seja mais robusto. Este momento é um bom alinhamento sobre as expectativas do parlamentar com a equipe e com os resultados do mandato em si.  Além disso, quando constroem o planejamento do mandato, a equipe tem mais autonomia e proatividade para executá-lo. 

Para começar, comece construindo um objetivo para seu mandato. Pense no legado que você quer  deixar para sua cidade ao longo destes 4 anos. Não tenha medo de ser ousado, pense grande! Também avalie se o que você quer entregar é de fato o que a população quer/precisa que você entregue. Tenha foco sempre no cidadão ao desenhar seus objetivos.

O próximo passo é construir o foco que você dará para o seu primeiro ano. Pense no que você almeja conquistar no seu primeiro ano de mandato. Este objetivo será seu principal guia para todo o trabalho do mandato. 

 

Foco é importante! Ele faz com que o mandato priorize tempo e energia e não seja engolido pela agenda. É o foco que permite que você cumpra com suas promessas de campanha. Sem ele, você poderá ter ações improdutivas e que não cumprem o propósito do mandato.

Para finalizar determine métricas que indiquem se você está em um bom caminho para alcançar o seu objetivo do ano. Idealmente tenha métricas parciais e as acompanhe ao longo do ano.

 

Dica: Lembre-se! Um bom indicador é aquele que te ajuda a tomar decisões. Não gaste tempo desenvolvendo métricas que não te ajudam nas tomadas de decisões e indicam caminhos claros. 

Por fim, acompanhe! A rotina do mandato é intensa. Defina datas fixas para entender  se você está cumprindo o que queria. E, se for necessário, redesenhe o seu planejamento mesmo na metade do caminho.

 

Pontos de atenção: 

  • Apenas planeje 70% do trabalho. Imprevistos aparecem e oportunidades também surgem! O mandato deverá ter tempo para executar atividades fora do que foi desenhado inicialmente.

Nós acreditamos que este modelo cabe em qualquer tipo de mandato e que é uma base para que você construa sua própria maneira de planejar. Não importa o modelo de funcionamento que você tenha (territorial, de opinião ou mais focado na fiscalização) é primordial que você e a sua equipe saibam onde querem chegar.

 

Janelas de Oportunidade

Antes de planejar, veja como está o cenário político do seu município e mapeie as principais oportunidades que estão de acordo com o seu mandato. Um bom planejamento é aquele que irá te mover à ação. Não empreenda tempo desenhando planos de futuro engessados e desconexos com a sua realidade.

 

Se o cenário mudar, mude também. Um bom mandato é aquele que realmente sabe se ajustar às demandas mais urgentes e relevantes.

Não é novidade que a política não é previsível. Por isso, reserve tempo para [re]planejar e [re]definir nortes e métricas quando janelas de oportunidades emergirem. É importante que a atuação nestes momentos também tenha uma estratégia definida, para que seja possível aproveitá-la ao máximo.

GOVERNANÇA 

Nosso último tripé trabalha a Governança nos mandatos. 

Chamamos de governança tudo que envolve transformar a estratégia em realidade. Ou seja, ela envolve o dia a dia do mandato, as relações de trabalho e os processos internos.

Por que pensar em governança?

É no dia a dia que a estratégia desenhada se torna realidade. Criar rotinas produtivas e eficientes é chave para aumentar o alcance do mandato. Dê uma olhada nas nossas TOP 5 Dicas no tema:

 

  • Dica 1: seja uma liderança adaptativa da sua equipe 

Ser um bom líder de uma equipe parlamentar implica em fazer com que sua equipe trabalhe bem. O seu chefe de gabinete pode ser a peça-chave nesse processo. Confie em seu trabalho e deixe que ele(a) conduza a equipe enquanto você conduz as suas pautas dentro da Casa Legislativa. Qual liderança a sua equipe de assessores precisa? Bom, com certeza depende da equipe, mas é bom começar por saber se adaptar às  diferentes necessidades da equipe e conduzi-la da maneira mais equilibrada em momentos de instabilidade ou em desafios inesperados.

 

  • Dica 2: rotina é ouro

São reuniões e momentos entre a equipe que garantem a cadência do trabalho. Fluxos internos podem travar e bloquear o desenvolvimento de atividades ou potencializá-las. É na rotina que você irá firmar o funcionamento do mandato, o nível de autonomia dos assessores e momentos de validação do trabalho. Uma boa rotina acolhe a incerteza do dia a dia trazendo clareza sobre responsabilidades e priorização do tempo da equipe. Rotinas ruins desperdiçam tempo e esforço diariamente. Algumas ferramentas (gratuitas e onlines) podem te ajudar no fluxo interno do mandato. Às vezes, menos é mais. Foque naquelas que apoiem com comunicação interna, gestão de conhecimento e divisão de tarefas. 

 

  • Dica 3: seja acessível 

Criar um ambiente de confiança com novas equipes pode ser desafiador. Ter momentos para conhecer profundamente sua equipe ajuda na construção deste espaço. É por meio da confiança e da sua disponibilidade que a equipe poderá ser transparente e trazer demandas e opiniões sinceras sobre o andamento do trabalho do mandato. Ambientes que permitem que o erro venha à tona fazem com que rotas sejam ajustadas rapidamente e entregas realizadas com maior qualidade.

 

  • Dica 4: valorize e cuide de seus assessores

Trabalhar na política é naturalmente desafiador. Os assessores parlamentares enfrentam uma alta carga de trabalho e grandes ambições para o mandato. Práticas de reconhecimento e valorização precisam ser parte das principais rotinas de avaliação e formação da equipe enquanto time. A valorização do sucesso (individual e coletivo) é um dos principais fatores de retenção dos talentos em seu mandato. Além disso, preze pela saúde mental de sua equipe. Crie rotinas de alívio de pressão e empatia. Sabemos que o trabalho não vai ser pouco e nem fácil, então demonstrar que o trabalho de seu assessor é valioso e cuidar de sua equipe é essencial para manter o desempenho esperado ao longo do mandato.

 

  • Dica 5: feedbacks 

A gestão de pessoas não pode ser encarada como clichê. Sabe-se que reuniões de Um a Um, Feedbacks (aquele retorno e troca pontual sobre a qualidade do trabalho de um colaborador), dentre outras ações de “avaliação direta” de seu assessor, alavancam a produtividade, para além de uma relação mais sincera no trabalho. Neste tópico, dois pontos são destaque:  o primeiro é a oportunidade de melhorar – de maneira rápida – aspectos técnicos e eventuais falhas de execução do seu assessor, sempre com a intenção de ele venha a melhor em tal falha; o segundo, por outro lado, é a oportunidade de poder ouvir o que no mandato ou em sua gestão pode ser melhorado e alinhado às expectativas da equipe como um todo. 

 

Dica: os cinco tópicos são parte de uma política de cuidado da equipe, mas também de uma política de celeridade, produtividade e desempenho, que você ganha com atitudes gerenciais como estas e consegue entregar o que prometeu na campanha e ainda consegue se preparar com antecedência para os desafios inesperados do mandato.

 

CONFIRA O E-BOOK COMPLETO

 

 

e-mail

Fique por dentro!

Receba as novidades da Im.pulsa no seu e-mail