Im.pulsa

Outubro 2, 2020. Por Im.pulsa

Preciso estar filiada a um partido?

Sim, você precisa!

A verdade é que não tem como fugir dos partidos, mas tem como sabre como eles funcionam! Neste Guia vamos descomplicar tudo o que parece complicado sobre estar filiada a um partido. Pronta?

Aqui no Brasil, toda candidatura deve estar filiada a um partido. Por isso, a importância dele é grande durante esse processo. Anterior do relacionamento que você conseguir estabelecer com o seu partido, ele pode ser uma enorme força durante sua candidatura.

A sua relação com o partido é uma relação política. Neste passo você tem que buscar entender se as suas convicções, posturas e atitudes condizem com às do partido no qual vai se filiar – ou já faz parte.

Planejamento financeiro pessoal da candidata

Como organizar suas finanças pessoais antes de entrar em uma campanha eleitoral.

Não deixe de ler o Guia Saúde financeira pessoal: sobrevivendo à campanha. Ele está disponível nos materiais lá na Im.pulsa.

Na Prática:

O ideal é que essa reflexão aconteça ao menos 7 meses antes do início das campanhas.

Prazo:

No máximo até 6 meses antes da eleição.

Desafios:

Grandes desafios podem ocorrer neste passo, principalmente os que tem a ver com outros profissionais. Pensamos em uma lista de dificuldades que podem acontecer nessa etapa. Dá uma olhada:

Procure autonomia!

Mesmo que você esteja filiada a um partido, autonomia e respeito sobre suas pautas são essenciais para você continuar.

Relação com o partido

Você vai se filiar a um partido junto com mais pessoas do grupo ou causa em que atua? Você ou alguém deste grupo pretende se candidatar pelo partido nas próximas vantagens? Você é conhecida dentro do partido? Ou sua relação é mais distante?

Essas são perguntas que vão ajudar você a entender a relação que quer ter com o partido durante uma candidatura.

Quem vê cara, não vê partido

Os partidos são diversos dentro deles mesmos, com muitos grupos e linhas que você precisa conhecer.
A identidade de cada partido pode também variar do município para o município. Uma boca dica é você conhecer como pessoas que dirigem, como funciona o fluxo e o histórico do partido do município para fazer a sua escolha!

Autonomia ou estrutura

No ambiente eleitoral, quanto mais estrutura você pede ao partido, menos autonomia você consegue ter e vice-versa. É uma conta fácil de colocar na balança, mas muito importante para sua tomada de decisões.

Essa decisão dependerá da sua estratégia de campanha. Pode fazer mais adequado permitir sua autonomia ou escolher por mais estrutura do partido. Pense nisso!

Como receber apoio do fundo partidário

Dicas de como negociar com o partido e pedir financiamento para a campanha

Escolheu estrutura?

Se a sua opção para negociar uma estrutura com o seu partido, na hora da conversa não deixe de perguntar como ele prioriza como candidaturas de mulheres.

Dica: quando para negociar recursos com o partido, junte-se às outras mulheres candidatas para que possa negociar juntas! Em grupo vocês são mais fortes.

Informe-se!

Leia com atenção o programa e o estatuto do partido. Após ter feito isso, debata com a sua equipe. Chegar sabendo do que você tem direito é outra coisa, né?!

Pergunta:

O partido que quero dialoga com minha candidatura e minhas pautas?

IMPULSA GUIA 4 ESTRATEGIA

***

Conteúdo:

Alejandra Parra, Caio Tendolini, Flávia Tambor, Emília Marinho, Karin Vervuurt e Luciana Paes Elmais

Redação:

Victor Soares

Esses conteúdos foram desenvolvidos de forma colaborativa durante uma imersão, realizada em março de 2020, que contou com representantes de diversas organizações.

 

 

 

Im.pulsa

Plataforma online, aberta e gratuita para inspirar, treinar e conectar a próxima geração de mulheres líderes na América Latina, auxiliando-as a superar desafios e produzir campanhas políticas vencedoras. Oferece formação política para mulheres por meio de produtos práticos com linguagem acessível, afetiva, feita por e para mulheres.

e-mail

Fique por dentro!

Receba as novidades da Im.pulsa no seu e-mail