Im.pulsa

Outubro 6, 2020. Por Im.pulsa

Tenha voluntárias para sua campanha eleitoral

Ei, é momento de mobilização!

Vamos lá. O que você vai mais precisar é de gente para ajudar! Não dá pra fazer nada sozinha em uma campanha. Então, é hora de contar com o apoio das voluntárias superpoderosas. Comece fazendo uma listinha com o nome de TODAS as pessoas que você conhece e que podem te ajudar de alguma forma. Você ou uma coordenadora de sua campanha definirá quem fará o quê como dentre as voluntárias.

Seja sempre direta sobre o que precisa das voluntárias. Por exemplo:

“Marina, podemos fazer uma roda de conversa com sua família toda, que é muito grande?”

 “Carolina, você acha que podemos fazer uma roda de conversa em sua associação de bairro?” 

 “Bruna, você conhece pessoas famosas! Poderia me apresentar para eu contar sobre minha campanha? ” 

Aqui é o momento de chamar as amigas que você lembrou! Conte para cada uma delas que você irá se candidatar. Pergunte se elas podem se envolver de alguma forma: divulgação no Whatsapp, fotografia, etc.

Modelo para Gestão de Contatos de Voluntárias

Modelo de planilha para fazer o mapeamento de pessoas que podem ser voluntárias na campanha

Preparamos um exemplo de Planilha de Contatos de Voluntárias que está entre as Ferramentas da Plataforma Im.Pulsa; baixa lá que você pode seguir para listar as pessoas que vão te ajudar durante uma campanha.

Na Prática:

“Quando posso começar a convocar as voluntárias?”

A resposta é simples: Já! E o quanto antes melhor.

Uma dica para esse convite é fazer um textinho simples explicando que você já está mapeando como pessoas que querem colaborar com uma campanha, seja na divulgação, seja indo às ruas, seja junto com a equipe fixa. E que em breve entrarão em contato com mais informações para preencherem uma ficha de voluntariado.

Modelo de Formulário para Voluntárias

Modelo de formulário para inscrição de pessoas que desejam ser voluntárias na campanha.

Aliás, temos o modelo desse Formulário para Voluntárias disponível entre as Ferramentas da Im.Pulsa. 

Espalhe esse link com o formulário em todas as suas redes sociais! Em newsletters, caso tenha lista de e-mails; na sua página no Facebook ou outras redes sociais e no seu site. Quanto mais você divulgar, mais pessoas você pode alcançar!

O www.bit.ly é um site que você pode encurtar o link do formulário. Mas não apenas isso, nele você pode acompanhar quantos cliques tem recebido.

Deixe um e-mail padrão de boas vindas preparado para a voluntária receber assim que ela se inscrever. Você pode começar o e-mail com as boas vindas à voluntária, falar da importância dela na campanha, contar que estão estruturando as atividades e em breve ir entrar em contato com novidades sobre como ela pode colaborar.

É muito bom que você crie uma conta de e-mail exclusiva só para conversar com as voluntárias. Mas esse e-mail não pode, em hipótese alguma, ser abandonado às traças. Manter contato constante com as voluntárias é parte essencial da campanha.

Afinal, veja como elas podem te ajudar.

Separamos algumas ideias para você, vem com a gente:

  • Quem mais pode te ajudar? Uma das primeiras coisas que você pode pedir para cada voluntária é que ela faça uma lista de pessoas influentes que você, candidata, precisa conhecer!
  • Com conteúdo! Isso todas elas podem fazer: enviar fotos, postagens legais, notícias, memes e vídeos que divulguem uma campanha. Chame todas para fazer uma mutirona para a produção de conteúdo logo no início da campanha. Se conseguir separar por rede social, melhor ainda!
  • Mobilização online: Motivo-as a compartilharem, curtirem, comentarem. Juntas conseguimos driblar o algoritmo das redes sociais;)
  • Peça para as voluntárias criarem um grupo de Whatsapp com as amigas delas e você. É muito importante aumentar a rede!
  • Bora responder mensagens? Bora! Vale ter encontros semanais ou alguma destacada para fazer isso diariamente e responder e-mails e mensagens nas redes sociais.
  • A agenda da Candidata pode ser algo muito legal, viu ?! Convide as voluntárias para te acompanharem em agendas diversas. Elas podem te ajudar com fotos, lista de presença com contatos e outras ideias criativas.
  • Durante a campanha uma das melhores ajudas e distribuição de material! Motive as voluntárias para que andem com material e distribuam para todas, tipo a vizinha no elevador, o motorista do ônibus, a caixa da farmácia, os colegas de trabalho ou universidade. A casa dela também pode ser um ponto de coleta para outras apoiadoras.
  • Não é tudo, mas é bom que você tenha uma meta de cada pessoa deve falar sobre uma campanha por semana. Para ser mais descontraído, faça disso um jogo!
  • Envolva as voluntárias! Fale para trocarem a capa do Facebook, que divulguem que agora estão trabalhando nessa campanha e que mudem a foto das redes sociais para uma imagem que possua o número da campanha.

Definiu onde cada uma pode ajudar? Boa! Mas não deixe de mandar um e-mail para todas as voluntárias com as possibilidades de trabalho. Isso é bom para caso a voluntária queira fazer outra atividade! (:

Calendário de engajamento

Organizando voluntárias

Aqui estão as atividades que você deve fazer para acompanhá-las nos diferentes formatos de campanha.

Procure pelos modelos de E-mails para Voluntárias que disponibilizamos dentre as Ferramentas da Im.pulsa.

Basicona

  1. É importante que você envie um e-mail a cada 15 dias para todas as voluntárias inscritas no formulário. Coloque todas as atividades que podem desenvolver e os próximos passos:
  2.  ESCOLHA uma pessoa para respondedor Como voluntárias semanalmente;
  3. Realize ao menos um encontro presencial com as voluntárias para apresentar uma campanha e, marcar encontros, distribuir os panfletos e se aproximar delas;
  4.  Lembre-se de criar um evento no Facebook para divulgar o encontro e duas semanas antes da data para ir convidando o máximo de pessoas;
  5.  toda a equipe compara em um grupo de WhatsApp ou Telegram;
  6. Fale diariamente informações sobre a campanha, como desafios e conquistas;
  7. Crie regras básicas do grupo como, por exemplo, não compartilhar notícias, figurinhas ou artes que sejam sobre temas externos ao interesse do grupo. Mas cuidado! Fale sobre isso de forma bem calma e agradável.

 

Nas redes

Nas ruas

Nas rodas

Envie um e-mail falando da importância da divulgação nas redes sociais com atividades específicas para que elas desenvolvam.
Crie desafios para elas cumprirem, como se fosse um jogo. Pense em um kit de materiais para elas postarem, divulgar e colocar em uma massa em uma nuvem para que todas tenham acesso.
Explique para a voluntária que, idealmente, todo tempo livre que ela tiver, ela deve usar para panfletar e ela pode chamar como amigas pra isso, formando bondes de panfletagem.
Garanta um ponto de coleta onde as pessoas podem ir sempre que quiserem para pegar o material.
Crie um vídeo simples explicando sobre como panfletar, filmado do celular mesmo.
Crie um grupo específico no Whatsapp ou Telegram com aquelas que topam organizar rodas de conversa.
Passe o link do grupo por e-mail para voluntários voluntários fazerem parte.
Escreva uma mensagem padrão com as regras do grupo e mande uma mensagem no grupo a cada 3 dias perguntando quem já tem dados, local e grupo de amigas para realizar rodas de conversa.

Ideal 

Além das dicas da campanha Basicona:

  1.  Realize ao menos três encontros presenciais com as voluntárias;
  2. Lembre-se de criar um evento no Facebook para divulgar o encontro e duas semanas antes da data para ir convidando o máximo de pessoas;
  3.  Envie e-mails semanalmente para as voluntárias e responda as voluntárias pelo menos uma vez na semana;
  4.  Gerencie o group de Whatsapp ou Telegram com atenção ou alguém para fazer isso;
  5.  Não início da campanha, passe para as voluntárias um formulário mais complexo para você conhecer melhor o perfil de cada uma e como ela pode apoiar a forma mais efetiva na sua campanha.

Nas redes

Nas ruas

Nas rodas

Além das dicas da campanha Basicona, crie desafios para as voluntárias cumpri rem cada semana.
Por exemplo: temos como meta que um vídeo tenha 1000 curtidas até semana que vem.
Isso traz unidade para o grupo de voluntários e um objetivo claro. Vá compar- tilhando de tempos em tempos como está a meta e comemore as conquistas sempre.
Além das dicas da campanha Basicona, os formulários no formulário os bairros que podem ser pessoas que podem panfletar e escolher um ponto de escolha na região.
Para facilitar, você pode criar um grupo no Whatsapp por bairro ou região e organizar com as voluntárias tudo sobre as panfletagens.
Grave um vídeo de capacitação e peça ajuda da sua voluntária que produz e edita vídeos.
Além das dicas da campanha Basicona, ligue para as voluntárias e estabeleça um contato mais próximo! A ligação sempre aproxima.
Crie uma meta de 3 rodas de conversa por semana e estimule as voluntárias a trabalharem com essa meta.

Maravilha

Além das dicas da campanha Basicona e da Ideal: 

  1. Destaque uma pessoa para ser coordenadora de todas as voluntárias;
  2.   Faça Uma Chamada para voluntárias que VAO coordenar Diferentes vezes, Como panfletagem, Redes e rodas;
  3. Sua coordenadora pode organizar reuniões duas vezes por semana para desenvolver as atividades com as voluntárias;
  4. Essa pessoa também deve manter contato diário com todas as voluntárias;
  5.  Além do grupo geral, crie grupos de Whatsapp de acordo com a atividade que a voluntária irá desenvolver;
  6. Para como rodas de conversa, pense em metas de quatro rodas por semana e como voluntárias devem tentar cumprir essa meta. Ligue para elas, pergunte sobre contatos possíveis;
  7. Compartilhe novidades da campanha diariamente. Não deixe as voluntárias no escuro;
  8.  Faça vídeos com pessoas da equipe do próprio celular, agradecendo a participação das voluntárias e animando-as ainda mais;
  9.  Tenha uma planilha de organização de voluntárias. Um lugar onde sua coordenadora pode anotar quem são as mais ativas, por exemplo;
  10. Escolha um dia da semana para as voluntárias irem ao comitê e vocês trabalharem todas como juntas.

Rodas de conversa 

Falar, fale e fale mais um pouco:

Nas redes

Nas ruas

 

Nas rodas

Aqui você pode seguir as mesmas dicas da campanha Basicona e da campa- nha Ideal.
Como em uma campanha, Maravilha trabalhamos com a hipótese de que terá verba garantida para impulsionamento nas redes sociais, o estabelecimento de metas para o engajamento orgânico não é tão importante e o melhor mesmo é que como metas das redes fiquem sob a responsabilidade do seu tempo de comunicação digital
Além das dicas da campanha Basicona e da Ideal, crie panfletaços com grupos de voluntárias ou de pessoal pago pelo menos uma vez por final de semana.
No seu formulário, coloque uma opção de voluntária QG: é a voluntária que irá ceder sua casa para ser um ponto de retirada de panfletos, fazer uma roda de conversa e deixar um cartaz da candidata na janela. Se isso não for feito com voluntárias, pode ser feito de forma paga.
Tendo a sua equipe de comunicação completa, você pode planejar todos os materiais que devem ser adquiridos, inclusive vídeo de capacitação para panfletagem.
Além das dicas da campanha Basicona e da Ideal, crie uma meta de 5 rodas de conversa por semana com no mínimo 30 pessoas diferentes em cada uma. Pode ser debate, rodas em casa, eventos.
Pense em um material de comunicação exclusivo para esse fim, como, por exemplo, como sua preparação para roda de conversa.
Fale com as voluntárias da região de cada roda para que convide uma rede delas e participem. Você até pode pagar pessoas para fazer isso, mas definitivamente não terá o mesmo efeito.
Aqui o orgânico vale mais, aposte em pessoas que apostam em você.
  1. Já tem algum lugar em mente que você acha perfeito para uma roda de conversa? Maravilha! Entre em contato e veja se tem disponibilidade. Ligue para amigas, mande e-mail, Whatsapp, vale até bater de porta em porta. Busque falar com escolas, escritórios e comércios;
  2. Se sua equipa estiver pronta, peça para que elas falem com as pessoas que aceitariam receber uma roda de conversa no seu espaço, como no condomínio ou comércio, por exemplo; 
    Busque estar presente em reuniões de coletivos e associações ligadas à sua pauta. Vá aos debates em escolas e universidades, reunião no condomínio, escritório da amiga da tia, aniversário da melhor amiga, todo e qualquer lugar é lugar para falar da sua campanha;
  3.  Lista de transmissão é uma baita ferramenta! Peça para que sua equipe crie uma lista de transmissão no Whatsapp para encaminhar sempre que as novidades da campanha e avisar quando tiver rodas de conversa. Vale usar um áudio curto chamando as pessoas a cada nova roda e mandar por essa lista;
  4.  Crie metas por rodas de conversa! Por exemplo, tente o mínimo 20 ou 30 pessoas por semana nas rodas de conversa. Fale que essa é uma meta de vocês como equipe;

 Entenda os diferentes públicos que potencialmente votariam em você e, depois disso, pense em aplicar a partir do Canva, ferramenta disponível na Plataforma Im.Pulsa.

Dica : tenha sempre uma prancheta com você! E por onde você passar, pegue os contados das pessoas.

Também temos uma Ferramenta exclusiva com Roteiros para Encontros com Voluntá-rias lá na Im.Pulsa. 😉

Panfletagens pra já

Faz toda diferença você ir para rua junto com a sua equipe para panfletar! As pessoas precisam de te ver em ação, sabe? Se conecte com quem para fazer este trabalho também, sejam as voluntárias ou as pessoas pagas. Deixe que elas criem uma relação com você, para que não seja um trabalho mal feito. É ótimo que elas acreditam no trabalho que vocês estão construindo, até porque, elas precisam saber o que dizer caso uma pessoa faça uma pergunta ao receber seu material de campanha.

E vamos de mais implementada:

  1. Tá na reta final da campanha? Vale reunir geral e todo mundo ligar para todos os contatos da campanha. Quando uma pessoa atender, peça para que ela ligue para mais 3 pessoas para pedir o voto!
  2.  Cartinha para as vizinhas também funciona! PECA para SUAS voluntárias entregarem Uma cartinha Padrão Pedindo o voto Para todas Como vizinhas delas;
  3. Convoque Como voluntárias Porretas! Motivo-como a serem o próprio ponto de coletas! Sempre que alguém precisar de algum material ou informação da campanha, sabe que com ela não vai faltar;
  4.  Lembre o seu número! Peça para sua vizinha deixar você colar um cartaz com o seu número! Têm muitos desavisados ​​votando e pessoas que escolhem a candidata só na hora. Vamos ajudá-las a lembrar do seu número;)

***

Conteúdo:

Alejandra Parra, Caio Tendolini, Flávia Tambor, Emília Marinho, Karin Vervuurt e Luciana Paes Elmais

Redação:

Victor Soares

Esses conteúdos foram desenvolvidos de forma colaborativa durante uma imersão, realizada em março de 2020, que contou com representantes de diversas organizações.

 

Im.pulsa

Plataforma online, aberta e gratuita para inspirar, treinar e conectar a próxima geração de mulheres líderes na América Latina, auxiliando-as a superar desafios e produzir campanhas políticas vencedoras. Oferece formação política para mulheres por meio de produtos práticos com linguagem acessível, afetiva, feita por e para mulheres.

e-mail

Fique por dentro!

Receba as novidades da Im.pulsa no seu e-mail