Im.pulsa

Outubro 2, 2020. Por Pavio

Leilão de arte para arrecadação de recursos – Campanha coletiva as Muitas

Nas alterações de 2016, um grupo de candidatos e candidatos da cidade de Belo Horizonte à verificação se juntou para formar uma candidatura coletiva que ficou batizada como As Muitas. Dentre diversas ideias para a caixinha que o grupo articulou, uma das mais interessantes foi a realização de um Leilão de Arte para arrecadação de recursos.

Afinal de contas, a gente já até comprovou aqui na Im.pulsa que arrecadação e orçamento de campanhas não precisa ser a coisa mais complicada do mundo, né mana?

O ponto de partida

Antes de realizar esse evento, As muitas avaliaram se necessário em sua rede de apoiadoras e apoiadores pessoas com os meios de comunicação, já que o mercado de artes é muito fechado e seriamente complicado fazer um evento desse tipo sem pessoas da área.

Equipe para o leilão

  • Artistas parceiras
  •  Curadoras de arte
  •  Leiloeira

Demais membros da equipe que colaboraram

  • Produtora
  •  Assistente de Produção
  •  Prestadora de Contas
  •  Coordenadora de Comunicação
  •  Designer
  •  Redatora

Dica: No caso do Leilão d’As Muitas, todo o trabalho foi prestado por voluntários e voluntários. Assim, todas as pessoas da equipe assinaram o Termo de Doação de Serviço.

O local

A equipe entrou em contato com um lugar descolado da cidade e negociou um valor de aluguel mais baixo, combinando que toda a renda com a comercialização de comida e bebida eram do estabelecimento.

Doação, compra e venda da obra de arte

Na perspectiva jurídico-contábil, para transformar obras de arte em dinheiro na conta da Campanha eles usam procedimentos. Primeiro, cada artista fez uma doação da obra de arte para a candidata ou o candidato de que era apoiador (o) dentre os membros d’as Muitas; depois, uma candidata (o) vendeu uma obra e escolha o valor em dinheiro que foi depositado na conta da Campanha.

A artista, ao fazer a doação, assinou um Termo de Doação de Bens informando as características da obra e o valor estimado. A candidata emitiu assim o recibo eleitoral com os dados da artista doadora.

Assim, a compradora no Leilão assinou um Termo de Compra e Venda informando as características da obra e o valor do lance. Depois, a compradora fez a doação do valor da obra utilizando dinheiro, check ou transferência bancária para a candidata.

Ufa!

Parece complicado mas no final das contas este foi um evento que não apenas rendeu arrecadação para uma campanha, como também rendeu visibilidade nas redes, na imprensa e muita propaganda boca a boca. Afinal de contas, não é todo dia que se vê uma Leilão de Arte ocorrendo em apoio a candidaturas políticas, não é?

Pavio

O Pavio Criativo é um Estúdio de Soluções em Comunicação que atua em projetos com propósito. Temos ampla experiência em campanhas políticas e marketing eleitoral. Co-criamos e realizamos campanhas de impacto como a Im.pulsa e projeto Me Farei Ouvir, além de colaborar com outros tantos que alimentam nossa criatividade de propósito.

e-mail

Fique por dentro!

Receba as novidades da Im.pulsa no seu e-mail