Im.pulsa

Campanha Eleitoral Digital

Sobre a trilha Compartir la guía

Uma campanha eleitoral digital bem local pode fazer toda a diferença para a sua eleição. São muitas as possibilidades, ferramentas - e também dúvidas - sobre como aproveitar o melhor da internet e redes sociais para divulgar sua campanha e engajar seus eleitores e eleitoras, mas respeitando todas as regras de forma ética. Nessa Trilha você encontra dicas para desenvolver uma estratégia digital para sua campanha, e alguns guias específicos sobre o Facebook e WhatsApp, entre outras ferramentas.

Outubro 2, 2020. Por Im.pulsa

Minha campanha política nas redes sociais!

É hora de postar, publicar e mobilizar gente!

Sim, a quantidade de redes e plataformas digitais causa um certo desespero. Mas vai dar tudo certo, compartilhamos aqui algumas orientações sobre como definir quanta energia investir nessas ferramentas.

Uma dica é: não saia criando contas e perfis de forma aleatória. Antes, reúna sua equipe para pensarem, juntas, qual será o ecossistema digital da sua campanha política nas redes sociais . Avaliem a função e o fluxo ideal para cada plataforma. Para ajudar nessa decisão, listamos abaixo os objetivos mais comuns e seus aspectos principais:

 

Objetivo

Plataforma

Dica

Alcance /

Difusão

Ampliar o número de pessoas que conhecem sua campanha, estabelecer o primeiro contato no meio digital e difundir suas principais ideias. Ferramentas de comparação e viralização, como Facebook, Twitter, Instagram, Youtube e TikTok. Não caia na ilusão de gerenciar um perfil em TODAS as redes. Encontre a que mais se adequa ao seu público e concentre energia.
Informativa Centralizar informações, conteúdos e mídias da campanha, possibilitar aprofundamento em pautas e sobre a candidata. Ter um site é a melhor opção neste caso. Normalmente, as ferramentas em WordPress são conquistas e fáceis de utilizar. O Facebook também pode ser uma opção, mas com capacidade limitada.
Mobilização Agregar pessoas e contatos de forma organizada, comunicação direta com grupos, voluntários e pessoas envolvidas na campanha. Normalmente são plataformas de disparo de mensagens como Whatsapp, e-mail e SMS. É possível usar os grupos do Facebook para essa função, mas sua capacidade é limitada.

Faça Download

 

Legal! Agora já temos clareza sobre como distribuir as bases básicas and your functions. Seguimos para o próximo passo. Abaixo você consegue identificar desde o mínimo de presença e estrutura que você precisa ter até o que considera o cenário mais maravilhoso possível para sua campanha política nas redes sociais. 

 

Basicona

  • Exige de uma a duas pessoas;
  • Use o Facebook, Instagram e / ou site para difundir informações. O Whatsapp (ou qualquer outra plataforma de mobilização) serve para conectar como pessoas envolvidas na sua campanha;
  • Use como postagens e eventos no Facebook para convidar e engajar mais pessoas a participarem do grupo de Whatsapp .;
  • Peça dados por e-mail para que você possa enviar mensagens diretas.

Ideal

  • Exige no mínimo duas pessoas;
  • Use o Facebook, Instagram e site para difundir informações. O Whatsapp (ou qualquer outra plataforma de mobilização) serve como conector entre as pessoas envolvidas na sua campanha;
  • Use como postagens e eventos no Facebook para convidar e engajar mais pessoas a participarem do grupo de Whatsapp e dos eventos de campanha;
  • O site também deve priorizar a coleta do número de Whatsapp e e-mail dos visitantes.

Maravilha

  • Exige no mínimo cinco pessoas;
  • Neste caso, você pode usar mais recursos. O estratégico aqui é fazer com que todos os canais de difusão e alcance, como Facebook, Instagram, Youtube e Twitter, se conectem com as ferramentas de informação e também de mobilização;
  • Neste modelo os fluxos são mais complexos e popular maior dedicação da equipe com os dados;
  • Saber criar conteúdos em diversos formatos e formas é fundamental, pois cada rede tem a sua singularidade, inclusive em relação ao público que a utiliza.

Conteúdos

Local

O site é o lugar ideal para reunir todas as informações e materiais básicos de divulgação da sua campanha. Funciona como um repositório. Lá você pode disponibilizar as peças para voluntárias baixarem, artes para as redes sociais e releases, por exemplo.

Também é nenhum site que as suas propostas aparecem em detalhes. Use este espaço para explicar com profundidade sobre você e seus desejos enquanto candidata. 

 

Além disso, listamos algumas dicas de conteúdo:

  • Indique publicações na imprensa sobre você;
  • Elabore um arquivo com Perguntas Frequentes (FAQ – Frequently Asked Questions, em inglês). Responda dúvidas comuns entre o seu público. Exemplo: porque você decidiu se tornar candidata, sua trajetória e posicionamentos sobre determinados assuntos;
  • Reserve um lugar de destaque no site para o seu número de candidata, mas fique atenta ao calendário eleitoral para não cometer erros;
  • A depender da dimensão que a sua campanha tomar ou da observação que ronda o pleito a que concorre, o site também pode ser uma ferramenta importante para você construir um espaço, uma espécie de página única (landing page), para esclarecimento sobre uma notícia falsa ou notícias mentirosas, já que, cada vez mais, isso vem se tornando comum em conexão.

Redes sociais

Você já sabe em qual estrutura sua equipe se adequa, certo? Muito bem! Depois disso, pense no coração da coisa: o conteúdo. Sem a capacidade de produzir o conteúdo de forma consistente e frequente, seu poder de mobilização para ser menor.

Uma dica essencial aqui é:

Faça posts com regularidade. Isso significa que talvez seu tempo só consiga fazer duas postagens ao dia, mas tudo bem. O importante é manter o fluxo e criar regras. Caso sua capacidade seja, de fato, dois posts diários, tenha isso como norte para sempre e só mude se para aumentar a quantidade, ok? Manter o ritmo é tudo!

O que você precisa ter?

  • Capas para Facebook, Twitter e Youtube;
  • Avatar para Facebook, Instagram, Twitter, Youtube e Whatsapp;
  • Santinha digital.

Dica: use Twibbon, um site gratuito de criação e adesão de campanhas para apoiar causas, marcas ou associações em redes.
 


Impulsionamento de conteúdo

Uma coisa é fato, sem investir grana nas redes sociais seu alcance será menor. Então, reserve parte da sua verba para impulsionamentos. É importante pensar esse orçamento junto a alguém que tenha experiência no assunto. Por exemplo, desde 2020 o Facebook Business, plataforma onde são realizados os impulsionamentos para Facebook, Instagram, Stories e Messenger, equiparou a sua tabela de serviços com o dólar. Isso significa que já não dá mais para investir apenas R $ 5 por postagem, por exemplo. Mesmo com essa diferença, o investimento em impulsionamento nas redes sociais ainda é muito mais barato do que outros tipos de mídia, como impressão de panfletos e até mídia paga em jornais.

 

Na Plataforma Im.Pulsa você encontra mais informações sobre impulsionamento de conteúdos que vão te ajudar a decidir como destinar os recursos, considerando fatores como postagens estratégicas ou o melhor período.

 

Calendário eleitoral Brasil 2022

Calendário eleitoral Brasil 2020, para auxiliar com as datas e ações da campanha.

Busque na Plataforma por Calendários e Cronogramas para compreender o senso de urgência da comunicação digital de acordo com cada período de pré-campanha e campanha.

***

Conteúdo:
Duda Alcantara, Marcelo Bolzan, Marina Frota e Tulio Malaspina

Redação:
Semayat Oliveira

Redação Final e Edição:
Dandara Lima e Victor Soares

Projeto:
Giulia Fagundes e Thaiz Leão

Facilitação:
Carol Delgado

Coordenação:
Alejandra Parra e Gabi Juns

Esses conteúdos foram desenvolvidos de forma co-laborativa durante uma imersão, realizada em março de 2020, que contou com representantes de diversas associações.

 

Im.pulsa

Plataforma aberta e gratuita para inspirar, treinar e conectar mulheres, auxiliando-as a superar desafios políticos e produzir campanhas vencedoras. Oferece formação política para mulheres por meio de produtos práticos com linguagem acessível e afetiva. A Im.pulsa é feita por e para mulheres.